463 09/06/2022 às 17:43

Saúde e educação devem ficar fora do uso de recursos do pré-sal

Redação Em Dia ES

Criado em 2010, o Fundo Social é um fundo soberano, destinado a receber a parcela dos recursos do pré-sal que cabem ao governo federal
Saúde e educação devem ficar fora do uso de recursos do pré-sal. Foto Isac Nóbrega/PR
O presidente Jair Bolsonaro encaminhou ao Congresso Nacional Projeto de Lei (PL) que autoriza a União a vender sua parcela do óleo do pré-sal de contratos de partilha geridos pela estatal PPSA e ainda desvincula as receitas que serão obtidas com a venda desses ativos do Fundo Social.

Criado em 2010, o Fundo Social é um fundo soberano, destinado a receber a parcela dos recursos do pré-sal que cabem ao governo federal, como royalties e participações especiais.

O Congresso mudou a destinação dos recursos para vincular parte dos recursos para saúde e educação.

Ao justificar a desvinculação, o governo diz que não haverá “prejuízo” às áreas.

“Essa medida é importante porque, caso mantida essa vinculação, haveria ineficiência na gestão fiscal. Isso porque, dado o volume de recursos esperados, eles não teriam contrapartida de previsão de despesas no Orçamento. Porém, não haverá qualquer prejuízo à execução das políticas públicas abrangidas pelo Fundo Social, uma vez que os recursos serão alocados normalmente no Orçamento Público conforme as prioridades definidas pelo Congresso Nacional”, afirma a Secretaria-Geral da Presidência da República em comunicado distribuído à imprensa.

O Estadão/Broadcast havia informado o envio do projeto ao Congresso, formalizado em mensagem no Diário Oficial da União (DOU).

Pela publicação, o texto “autoriza a União a ceder, de forma integral, o direito à sua parcela do excedente em óleo proveniente de contratos de partilha de produção e de acordos de individualização da produção em áreas não contratadas na área do pré-sal ou em áreas estratégicas”, que são comercializados pela Pré-Sal Petróleo S.A (PPSA), estatal incluída recentemente na carteira de estudos do governo para privatização.

Ao defender o projeto de lei, o governo diz que o modelo adotado até aqui faz com que a União compartilhe com os parceiros privados os riscos associados à exploração do petróleo.

“Além disso, para comercializar o óleo de propriedade da União, a PPSA deve exercer atividades similares a de traders privados, o que demanda ações complexas a fim de que a empresa estatal consiga maximizar as receitas da União”, afirma a Secretaria-Geral da Presidência da República.

“Com a venda dos direitos da União previstos nos contratos de partilha, a PPSA deixaria de integrar os atuais contratos, fazendo com que as decisões empresariais passassem a ser tomadas por entes totalmente privados. A medida possibilitaria, ainda, a redução da presença do Estado na economia, por meio da transferência onerosa de ativos da União ao setor privado, e a diminuição da participação federal em energia suja, com recursos que poderão contribuir para financiar uma agenda ambiental e socialmente responsável”, acrescenta.

Com Estadão Conteúdo
 
 
 

Fique em dia

  1. 1

    1 - PSD oficializa candidatura de Guerino Zanon ao governo do ES PSD oficializa candidatura de Guerino Zanon ao governo do ES
  2. 2

    2 - PSTU lança Capitão Sousa ao governo do ES e Filipe Skiter ao Senado PSTU lança Capitão Sousa ao governo do ES e Filipe Skiter ao Senado
  3. 3

    3 - Audifax confirma candidatura ao governo, mas sem nome de vice e apoio ao Senado Audifax confirma candidatura ao governo, mas sem nome de vice e apoio ao Senado
  4. 4

    4 - PL lança Manato na disputa ao governo do ES, mas sem definição de vice PL lança Manato na disputa ao governo do ES, mas sem definição de vice
  5. 5

    5 - Eleição fora de época: Doutor Antônio é eleito prefeito de Itapemirim Eleição fora de época: Doutor Antônio é eleito prefeito de Itapemirim
  6. 6

    6 - Milton Ribeiro entrega pedido de exoneração a Bolsonaro Milton Ribeiro entrega pedido de exoneração a Bolsonaro

Enquete

Resultado

Você acompanha as ações dos eleitos nas eleições de 2020?


  • Sim
  • Não

 
 
 
 

Filme em Cartaz

 

BOLETIM

Receba nossas notícias por e-mail.

)
Logomarca